“Alfabeticamente…” pelo quebradeiro Rodrigo Telles

Por Rodrigo Telles – Quebradeiro da 7ª edição da Universidade das Quebradas (2016) (*) (A inspiração, segundo ele, veio do exercício passado pela professora Georgina Martins na Oficina da Palavra da aula do dia 31/05/2016)

 

Alfabeticamente…

Bailam coisas demais entre fatos.

Ganâncias, honras, ingenuidades juntas.

Lamentável, muita nojeira organizada!

Para quem?!

Resolvi superar tamanho ultraje via xingamentos zoeiros.

As bundas, ciladas demais efêmeras ferem.

Garantias horríveis, inutilmente jocosas.

Legado machista, nu orquestrado!

Privações queimam.

Registros supérfluos, tamanha utilidade.

Vidas xeretas zombadas.

Altas benesses cedidas desanimam.

Estilos fatais genéricos humilhados.

Injustas joias lapidadas.

Menções nulas ordenadas.

Por quaisquer Reais somente, taxadas!

Único valor, xodós zerados!

 

(*) Disponível no blog Mora n@s palavras.

Deixe uma resposta