[polo] Próxima aula em Manguinhos será com Ericson Pires

A equipe da UQ conseguiu remarcar a aula de Ericson Pires no Polo de Manguinhos, anteriormente cancelada. Com isso, a aula sobre o samba com o jornalista Hugo Sukman será remanejada. Sendo assim, seguem as informações sobre a aula do dia 06/10 sobre Romantismo brasileiro: poesia e prosa.

A próxima aula será sobre o Romantismo brasileiro: poesia e prosa, com o professor Ericson Pires. Nascido no Rio de Janeiro é poeta e performer. Fundador do Grupo Hapax, também é editor da Revista Global Brasil e militante da Rede Universidade Nômade. Doutor em Estudos de Literatura pela Puc-Rio é Professor Adjunto do Instituto de Artes da UERJ e participa do PACC (Programa Avançado de Cultura Contemporânea) da ECO-UFRJ. Publicou Cinema Garganta, em 2002; Cidade Ocupada em 2007 e acaba de publicar Pele Tecido.

Ericson também participa do coletivo HAPAX. Hapax significa a instantaneidade do instante. Pelo Aurélio, “palavra de uma língua extinta de que se possui um só exemplo: (forma abreviada do grego)”  hápax legomenon “coisa dita uma única vez.”.

O Hapax tem nove anos de existência e surgiu a partir de um desejo real de interferência no meio público urbano. O Trabalho inicia-se em 2001 com uma performance-instauração no bairro boêmio da Lapa, no Rio de Janeiro, executada nas noites de sexta-feira durante 8 meses. Sua pesquisa é realizada sobre restos de ferro, sucata industrial, objetos capazes de criar e apresentar a sonoridade e os timbres de uma música urbana, pop e experimental.

Músicas feitas com samples e programação eletrônica, mixadas com os objetos – verdadeiros ready-mades, assemblagens elaboradas com resíduos provenientes dos mais diversos parques tecno-industriais que são construídos e desconstruídos durante as performances.

Imperdivel, né?

Texto: Joana D’arc Liberato

Foto “Skipping” de iane machado – CC BY 2.0

 

 

 

Deixe uma resposta