[polo] Quem são os quebradeiros de Manguinhos?

Apesar de estarem no mesmo espaço para trocar conhecimentos, os quebradeiros do Polo Avançado da Universidade das Quebradas em Manguinhos, possuem diferentes histórias de vida e experiências. No último dia 4 de agosto, durante a Chegança, conversamos com alguns alunos, pedimos que eles se apresentassem e falassem das suas expectativas para o semestre.

Luciano Garcia é articulador social na comunidade do Complexo do Alemão e veio para o Polo Avançado da UQ para trocar experiências com o pessoal da área de cultura e entender as mudanças que estão acontecendo nas comunidades depois das ocupações.

– Essa é a minha moeda de troca aqui dentro: trazer um pouco do meu conhecimento e colher um pouco do conhecimento de todos.

Marcelo MG é outro dos novos quebradeiros que acabaram de chegar. Para o DJ, que faz o “Fúria Hip Hop” na Lapa há 14 anos, o que mais chamou a atenção no projeto é a oportunidade de sanar o débito que ele tem com a sua própria comunidade.

Apesar da diferença de idade, Irani Vitoria e Gisele serão colegas ao longo do curso. Irani, que é presidente da Associação de Bandas e Fanfarras da Cidade do Rio de Janeiro, promete “quebrar tudo”. Gisele trabalha com animação infantil e ficou surpresa com o tamanho do projeto.

Marcelo de Almeida, de São João de Meriti, também falou o que espera:

– Juntar todas essas experiências num grande caldeirão, proporcionar trocas e quebrar a barreira cultural, a barreira do preconceito.

Confira mais depoimentos e conheça alguns dos quebradeiros no vídeo abaixo.

 
Video not available

1 comentário sobre “[polo] Quem são os quebradeiros de Manguinhos?”

Deixe uma resposta