Território das Quebradas: Palavras, Imagens em Gestos

Atenção! Atenção!

Nesta terça-feira, dia 18 de junho, acontecerá o grande encontro Território polo Rocinha no Flamengo.

Será um encontro especial. Vamos receber no Flamengo os quebradeiros do Pólo da Rocinha. Uma apresentação que reunirá 11 pessoas!

 

Aurélio Mesquita, palavra dramática

A Guerra de Canudos e o novo momento vivido pelas favelas pacificadas
Tema: Via Sacra da Rocinha 2013
Resumo: Desde 1992 desenvolvo um trabalho de teatro na favela da Rocinha RJ, que entre outros projetos a Via Sacra da Rocinha tem sido o que mais aglutina artistas e jovens estudantes da favela interessados na atividade teatral. Em 2013, a encenação teve como tema a Guerra de Canudos, tentamos traçar um paralelo da chegada da República a Canudos e o novo momento vivido pelas favelas pacificadas. É sobre este motim especificamente que vou falar.

 

 Wellington Moraes França, palavra poética

Sarau Poesia de Esquina na CDD & Zine Palavra Solta. Poesia de Esquina é um Sarau que reúne gente que tem caso com palavras (santas e vadias) numa esquina da Cidade de Deus. E o fanzine que reúne textos e ilustrações dos frequentadores do Sarau e é distribuído indiscriminadamente pelas ruas, túneis e vielas da cidade.

 

Clécia Oliveira

A minha proposta é fazer um breve comentário sobre minhas experiências com produção cultural, enfatizando as atividades com as quais busquei integrar diversas manifestações artísticas em um mesmo evento, em um mesmo espaço. Pretendo comentar como a ação, por meio da arte, nos espaços que temos acesso e vivências pode nos mudar e também os que estão ao nosso redor. E, além disso, mostrar que é importante não desistirmos devido às dificuldades de produção.
Eu me considero mais uma pessoa de criação, proponente e produtora, ou seja, uma figura que quer ver as coisas acontecendo e trabalha para isto, mas prefere os bastidores. Em relação a produções mais pessoais, participei, durante alguns anos, de cooperativa de teatro, grupo de poetas e organização de saraus. Ultimamente, com novos estudos, estou trilhando caminhos na área de audiovisual e em outra vertente de produção de textos relacionada ao jornalismo cultural. Meus projetos atuais envolvem a realização de curta-metragens, produções audiovisuais com ênfase na literatura e retorno com mais intensidade à poesia. Vou mostrar três exemplos de atividades recentes que articulam diferentes manifestações artísticas, envolvendo palavra, gestos e imagens.

 

Bruno Lima

Moda e Arte mobilizando o território
Apresentação de duas ações estéticas: uma revista de moda e comportamento produzida por jovens dos morros do Salgueiro, Borel e Formiga e um coletivo de artes com foco na produção cultural da periferia e com recorte na cultura negra. Bruno vai mostrar como essas ações mobilizam os jovens e inventam um novo espaço-tempo de criação cultural nas favelas.

 

Pamela Souza

Moda e seu papel Social Coordenadora do Projeto Art Complex que trabalha moda com foco na sustentabilidade, Pamela vai mostrar a moda com um novo contexto, mostrar o ”além dos 15 minutos da passarela”. Atraves do compartilhamento de interesses ela desenvolveu um conceito aberto sobre moda, especificamente a moda popular e aspectos que ligam o moda de favela e moda urbana, sua legitimização e influências.

 

Raull Santiago

Juventude militante e ferramentas alternativas. Raull Santiago, militante da juventude e ativista dos direitos humanos, educação, cultura livre e democratização da informação, fala de suas expreriências de militância iniciadas desde 2006 no Complexo do Alemão.

 

Flávio Pé

Vai falar sobre o hip hop e comunicação, estudo de caso do programa Rocinha Hip hop.

 

Mozileide Neri

Suportes da Arte Contemporânea. Desde julho de 2011 venho pesquisando sobre novas técnicas e suportes na arte contemporânea, ultimamente tenho utilizado chapas de madeirite como suporte e experimentado novas possibilidades de tinta, elementos achados no ambiente urbano e natural (florestas) para serem reciclados e reinventados em outro contexto. Na recontextualização, o objeto encontrado recupera sua autonomia e cria um novo significado.

 

Lígia Guimarães Gurgel

Casa do Nós 8 anos de história e resistência cultural em Saquarema.

Taiana Bastos

Meninas do Nós – Força do Som
Taiana vai contar sobre o processo de construção musical, cultural, social e artístico da banda de percussão feminina Meninas do Nós que surgiu em 2008, no Grupo Nós do Morro, e toda transformação e desenvolvimento que ocorreu, através da arte de se expressar com a percussão, com a musica, com a  dança e com o teatro.
 

Sandra Lima
Vai apresentar o filme: Alguns vídeos muitas inquietações.

E mais:

Firmino  – palavra lúdica
Chica – palavra poética

Tudo isso e um sarau muito animado na sequência.

Último encontro da turma 2012/2013.
Venham todos!

3 comentários sobre “Território das Quebradas: Palavras, Imagens em Gestos”

Deixe uma resposta