Um MAR de museus

O ultimo encontro da 4ª edição da UQ será um laboratório de ideias compartilhadas que busca refletir sobre as seguintes questões:
Que museu queremos?
Museologia clássica e comunitária, um diálogo possível?

A programação será aberta pelo director do MAR, Paulo Herkenhoff.
Em seguida teremos uma mesa, organizada pelo Pablo Ramoz, composta por representantes de Museus e quebradeiros:

– Representante do Ecomuseu de Sepetiba- Sepetiba;
– Representante do Ecomuseu Nega Vilma – Santa Marta;
– Representante do Museu Vivo de São Bento – Duque de Caxias;
– Quebradeira Iris Medeiros e Bianca Bernardo pelo Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea  – Jacarepaguá
– Quebradeira Karen Kristien vai apresentar sua ideia exposta no Museums showoff Rio.

Cada Museu apresentará sua experiência em 10 imagens / 10 minutos.
Depois seguimos para um laboratório de ideias compartilhadas, com a participação dos Quebradeiros, suas histórias , memórias e afetos.
Encerramos as 17 horas com a atividade da cartografia.

Quebradeiros tragam objetos imagens marcantes da memoria de seus territorios!

Foto: Toinho Castro

2 comentários sobre “Um MAR de museus”

  1. Quebradas, terreiro de memórias.
    Hoje, terreiro de memórias de terreiro.
    125 anos de Republica e o MAR recebe, hoje, o mapa imaterial dos dias de Colônia e de Império.
    Imperdível testemunhar Quebradeiros interagindo com a memória do poder, pelo poder da memória depois de 125 anos de abolição.
    Liberdade, prá mim, é isso.

Deixe uma resposta