Linguagem e expressão – Romeu e Julieta

O que você traz para enriquecer nossa leitura?

Ao partilharmos a leitura de uma obra, tecemos uma nova rede de sentidos para ela. Não é apenas uma soma de percepções. Se assim fosse, teríamos tantas leituras quantos fossem os participantes. Na verdade, trata-se também de criar novas possibilidades  de leitura e percepção de textos, imagens e interlocuções. E deixar em aberto o inventário…

No próximo encontro, Sandra e José Henrique esperam que todos tragam algo para enriquecer a leitura de “Romeu e Julieta”. Para instigar esse exercício de surpreender-se ao surpreender o outro, segue um glossário da peça de Shakespeare.

A última aula de Linguagem e Expressão tratou de um assunto bem polêmico. Acompanhe as afirmações:

3 comentários sobre “Linguagem e expressão – Romeu e Julieta”

  1. Muito bom esse glossário! Ajuda muitíssimo, pois algumas palavras são pouco usadas neste século e outras nos dá embasamento para compreender a tradução, os trocadilhos dessa língua danada que é o inglês. A história fica descoberta, trocadilhos mais distintos.
    Parabéns aos professores Zé e Sangra Portugal

  2. Muito bom esse glossário! Ajuda muitíssimo, pois algumas palavras são pouco usadas neste século e outras nos dá embasamento a para compreender a tradução, os trocadilhos dessa língua danada que é o inglês. A história fica descoberta, trocadilhos mais distintos.
    Parabéns aos professores Zé e Sangra Portugal

Deixe uma resposta