Pré-aula (dia 27 de novembro)

Você gosta de escrever? Que textos você escreve com mais frequência? Cartas? Contos? Poemas?

Na nossa vida escolar, era comum que os professores nos pedissem: “Conte uma história”, “Faça uma descrição” ou “Construa uma dissertação argumentativa sobre determinado assunto”. Ser bom em redação significava saber estruturar os quatro tipos de textos: narração, descrição, exposição e argumentação. Parecia um bicho de sete cabeças, lembra-se?

Hoje se aborda a questão de maneira diferente. Continua sendo importante dominar essas quatro ferramentas, mas o essencial é empregá-las na produção de textos mais próximos de nossa realidade. Pense, por exemplo, no seu projeto. Ao redigi-lo, é provável que você tenha de organizar as diversas partes de diferentes maneiras. Para apresentar bem a sua ideia, com certeza não só você fará uso da exposição e da argumentação, mas também precisará da narração e da descrição.

Como? É o que Sandra e José Henrique querem discutir com você na próxima aula. E prepare-se: vamos partir de produções dos quebradeiros!

1 comentário sobre “Pré-aula (dia 27 de novembro)”

  1. Não entendi. Acabou tendo aula de interpretação de textos tirados de várias plataformas e sem explicações para quem não acompanhou tudo.

    E se eu fosse a Cora Coralina :

    “Meu Destino.

    Nas palmas de tuas mãos
    leio as linhas da minha vida.

    Linhas cruzadas, sinuosas,
    interferindo no teu destino.

    Não te procurei, não me procurastes –
    íamos sozinhos por estradas diferentes.

    Indiferentes, cruzamos
    Passavas com o fardo da vida…

    Corri ao teu encontro.
    Sorri. Falamos.

    Esse dia foi marcado
    com a pedra branca da cabeça de um peixe.

    E, desde então, caminhamos
    juntos pela vida…”

    Assim que acredito na vida. E ela tem um caminho cruzado para nosso encontro.

Deixe uma resposta